Uma Epígrafe



"...Quanto à poesia, parece condenada a dizer apenas aqueles resíduos de paisagem, de memória e de sonho que a indústria cultural ainda não conseguiu manipular para vender."...[Alfredo Bosi, in O Ser e o Tempo da Poesia, p. 133]

quinta-feira, julho 28, 2011

VÁRZEA (do Rio Capibaribe)

Oleiro


 













A argila aguarda uma gama de possíveis atos
Vasos aves flores cajus potes
Alimárias estranhas
Inúteis totens
Mil entes dúbios e esse brilho baço
Na voz das formas vis, vitrificadas.


Haja vista
Que essa chã de saibro é plástica
E emersa duma inexata massa aquática,
Quem haveria de saber
Que o barro-massapê
Tem a multiface hermética
E que da lama desse rio
Vazava uma poética?






Oficina Brennand














Aos artistas da Várzea do Capibaribe - Recife - PE


Um rio flui e tudo flui, com Llewellyn - The Secret Waterfall:
Postar um comentário