Uma Epígrafe



"...Quanto à poesia, parece condenada a dizer apenas aqueles resíduos de paisagem, de memória e de sonho que a indústria cultural ainda não conseguiu manipular para vender."...[Alfredo Bosi, in O Ser e o Tempo da Poesia, p. 133]

quarta-feira, julho 20, 2011

SÉRIE: OS SENTIDOS (O SENTIDO) - Nº 1





















Dobrada à René Descartes (poema nº 1)


Um boi fugiu.

Guardo a lembrança de eu-menino,
o tom aflito

dos mugidos (uivos, gritos?)

Dá-me um simpatético arrepio.


Um boi fugiu

dos seus algozes:
A fila, o banho, o abate, o choque.
Um boi fugiu.


Mais tarde,
distraídos (e atrozes),
digeríamos o fato.
Os fatos.








Fonte da imagem:
Abate com Pistola Pneumática



Leia também:
O BOI, em Planeta Lua










Que tal ouvir Karajan, em Tuba Mirum, de Mozart? Dá um arrepio!

Postar um comentário