Uma Epígrafe



"...Quanto à poesia, parece condenada a dizer apenas aqueles resíduos de paisagem, de memória e de sonho que a indústria cultural ainda não conseguiu manipular para vender."...[Alfredo Bosi, in O Ser e o Tempo da Poesia, p. 133]

sexta-feira, janeiro 28, 2011

SAÔ (uma advinha)




Nas veneráveis folhas da Torah
oculta-se
esse gigante de África
:
Em seus cabelos uma águia se aninha;
no dorso de seus pés planta-se uma vinha
e um sensitivo hassid ad/vinha,
nessas mãos de auspiciosas

entrelinhas.

Se és iniciado em Burroughs,
saberás que aqui se fala
por senhas recortadas da cabala;
Se reconheces Pessoa,
e os rosa-cruzes,
saberás que aqui se evoca um Urvater, em luzes

Essa é u'a voz-águrio, voz de um vate;
na língua original de Adam, fold-in/cut-up,


Toda protopoesia há nessa Ursprache.





Fonte da imagem:Estudo para Crucificação
Postar um comentário