Uma Epígrafe



"...Quanto à poesia, parece condenada a dizer apenas aqueles resíduos de paisagem, de memória e de sonho que a indústria cultural ainda não conseguiu manipular para vender."...[Alfredo Bosi, in O Ser e o Tempo da Poesia, p. 133]

sábado, março 07, 2009

Salve 8 de março! Dia da Mulher Excomungada




Quero homenagear nessa postagem que vai dedicada às mulheres, a uma mulher em especial: a pobre mãe de Alagoinha-PE, que foi excomungada pelo Arcebispo de Olinda e Recife, por permitir um aborto legal, feito na filha. O fato gerou notícia internacional e até comentário do Jabor. Pra quem não leu a notícia, resumo aqui, copiada de outros sites:

A gravidez de uma menina de 9 anos, que mora em Alagoinha (a 227 km do Recife), foi descoberta no dia 25 de fevereiro. Ela sentia dores na barriga, tonturas e enjoos e foi levada pela mãe, de 39 anos, a uma clínica. No dia seguinte, o padrasto, de 23 anos, foi preso após confessar que abusava da menina havia três anos e também da irmã mais velha dela, de 14 anos, que tem deficiência física. Constatou-se uma gravidez gemelar e de alto risco. Nesses casos a lei brasileira admite o aborto, que foi feito imediatamente em uma clínica da rede municipal. O Bispo do Recife e de Olinda, também imediatamente, tratou de excomungar a equipe médica que fez o aborto na menina. A mãe da vítima, que autorizou o procedimento, também recebeu a punição eclesiástica.

*************************************************
Parentesis:

Esse Arcebispo, Dom José Cardoso, é a expressão mais pura do farisaismo dogmático e doentio que pode existir dentro do catolicismo. Talvez por isso, boa parte da população recifense o apelida de o Dom do Ódio, em oposição ao nome, carinhosamente dado a outro Arcebispo, o saudoso Dom Hélder Câmara, que era e sempre será o Dom do Amor. Quando Dom José fala em defender a vida, me traz à lembrança a perseguição às "bruxas", aos "diferentes", como Joana D'Arc, e a matança generalizada que a Inquisição realizou em tempos passados.
Por isso eu me pergunto com que autoridade Congregação para a Doutrina da Fé (Santo Ofício), instituição à qual pertence o Dom José, pode falar em não matar?

*************************************************

Bem, dedico então essa postagem àquela mãe de família, traída e humilhada por um parceiro pedófilo (que, segundo o Bispo, não será excomungado) e depois vilipendiada e ultrajada publicamente, por um Arcebispo que é, no mínimo, desumano.

Solidário com essa mulher de Alagoinha, está o blogue Eu-lírico, como solidário está com todo e qualquer perseguido em nome da hipocrisia e do farisaísmo religioso. Dedico, pois, o dia 08 de março de 2009, à Mulher Excomungada de Alagoinha.

**************************************

Nota: nada contra e tudo a favor dos Católicos amorosos e verdadeiramente cristãos e fraternos, que, como Dom Hélder, Irmã Dulce e outros, pensam em servir e amar, em vez de condenar o próximo.

**************************************

Em tempo:
Dedico também às minhas meninas, Nicole, Cristiane, Flávia, e Allana.
Que Deus as proteja dos pedófilos e dos arcebispos do Santo Ofício, amém!

***************************************



Postar um comentário