Uma Epígrafe



"...Quanto à poesia, parece condenada a dizer apenas aqueles resíduos de paisagem, de memória e de sonho que a indústria cultural ainda não conseguiu manipular para vender."...[Alfredo Bosi, in O Ser e o Tempo da Poesia, p. 133]

terça-feira, março 18, 2008

Primavera de Monet com Vivaldi ao fundo


No Brasil, inauguram-se as águas de março...
Cá no nordeste, louva-se São José,
em procissões ad petendam pluviam.
Então, por que Primavera?

Explico:
não estamos no Brasil, nem em qualquer lugar do planeta.
Estamos na Rede!
Neste planeta azul, a 48 horas do equinócio,
respira-se outono e primavera, a um só tempo.
O Eu-lírico, pois, está primaveril, por opção profunda.
Esse estado interior veio brotando, brotando e floriu...
Estamos em plena primavera virtual!

Eurico
Recife/Olinda
19/03/2008
dia de São José
Postar um comentário